Follow by Email

quarta-feira, 13 de março de 2013

Religiões

  • O cristianismo é uma religião monoteísta, isto é, acreditam em um único Deus. Atualmente conta com 1,9 bilhão de seguidores em todo o mundo. O termo "cristianismo" vem da palavra "cristo", que significa "pessoa consagrada, messias". Os cristãos acreditam que o espírito é eterno. Assim como ocorreu com Cristo, que ressuscitou após sua morte. Seus ensinamentos estão escritos na Bíblia, que é seu livro sagrado.



    • O judaísmo também é uma religião monoteísta e atualmente tem o menor número de fiéis: aproximadamente 12 a 15 milhões de seguidores em todo o mundo. Para os judeus, Deus criou o universo e
      continua responsável tomar conta dele. A Torá, ou a Bíblia Hebraica é o livro sagrado dessa religião.

    • Outra religião monoteísta é o islamismo. O deus dos islâmicos é chamado de Allah e esta religião nasceu com a revelação do livro sagrado dos muçulmanos, o Alcorão. Conta hoje com mais de 1,2 bilhão seguidores.

    • O budismo é uma religião fundada pelo príncipe Siddartha Gautama, aproximadamente 500 anos antes no nascimento de Cristo. Atualmente estima-se que tenha entre 250 e 550 milhões de adeptos no mundo. O príncipe, que ficou conhecido como Buda Gautama pregava sobre o desapego material e a importância de seguir princípios morais baseados na verdade e no respeito ao próximo e também sobre a importância da meditação.

    • Existem também as religiões politeístas, ou seja, as que acreditam em vários deuses e não em um único. O hinduísmo é uma dessas religiões, sendo que o deus principal é o Brahma, considerado o criador e, junto com Shiva e Vishnu, formam a tríade divina, que para os cristãos é o que representa Pai, Filho e Espírito Santo. Os ensinamentos dos hinduísmo estão nos chamados Quatro Livros Sagrados dos Vedas. Estatísticas mostram que essa religião conta com aproximadamente 700 milhões de adeptos em todo mundo.
     
    Demais Religiões
    Evangélicos
    Essa religião surgiu no século 16, quando o teólogo alemão Martinho Lutero rompeu com a Igreja Católica e criou o protestantismo. Entre outras coisas, ele rejeitou crenças como a autoridade do papa e o culto à Maria e aos santos. Em países como o Brasil, as igrejas que descendem daí recebem o nome de evangélicas. Algumas mais famosas são a Assembleia de Deus, Congregação Cristã no Brasil, Batista, Presbiteriana e Universal.
    ACREDITAM: na salvação por meio de Jesus Cristo e no paraíso ou no inferno como vidas após a morte. Os evangélicos se reúnem em cultos no mínimo uma vez por semana. Para falar com Deus eles oram. Por existirem muitas igrejas distintas (também conhecidas como denominações) eles seguem diferentes regras no que diz respeito a roupas e hábitos. Por exemplo, em algumas igrejas mulheres usam apenas saias e cabelos compridos. Enquanto outras são mais modernas e realizam grandes festas e até campeonatos esportivos
     

    Afro-brasileiros
    Os negros que vieram para o Brasil durante o período da escravidão na época da colonização trouxeram consigo muitas crenças africanas que acabaram fazendo parte da cultura brasileira, como o candomblé e a umbanda, que são diferentes, mas também possuem algumas similaridades.
    ACREDITAM: em orixás, que são deuses das nações africanas que criam e governam o mundo por ordem de Olorum, a divindade máxima. Cada orixá domina um elemento da natureza e um sentimento humano. É jogando os búzios que os pais ou mães de santo se comunicam com os orixás. E a Umbanda, criada no Rio de Janeiro no século 20, une crenças e rituais africanos com indígenas e europeus e acredita em entidades guias que são incorporadas por iniciados.

    Espíritas
    Como os católicos e os protestantes, os espíritas também acreditam que Jesus Cristo é o filho de Deus, mas seguem a Bíblia para explicar como funciona o mundo espiritual. Essa crença foi fundada pelo professor francês Allan Kardec. Seus pensamentos foram formulados em 1857 no Livro dos Espíritos.
    ACREDITAM: que os espíritos nascem e renascem na Terra por várias encarnações até atingirem a perfeição. E que vivos e mortos podem se comunicar por meio de médiuns e, nos centros espíritas, é comum que eles recebam passes de membros mais sensitivos que os harmonizam, removendo as vibrações negativas e substituindo-as por bons fluidos.
     

    Nenhum comentário:

    Postar um comentário